O Gerador de CPF é uma ferramenta para gerar números de CPF válidos online, elaborada para auxiliar profissionais de TI na realização de testes software.

Durante o processo de desenvolvimento de software é comum existirem requisitos para validação de CPF, como em um cadastro de clientes, por exemplo, onde um CPF válido deve ser informado para efetuar o cadastro. Portanto, estes profissionais frequentemente carecem de números válidos para executarem os testes com sucesso.

Esta ferramenta deve ser utilizada para gerar um CPF válido, copiar e colar em formulários de sistemas que possuam validação de CPF, para fins de teste. A utilização desta informação é de total responsabilidade do usuário.

O CPF tem onze dígitos na formatação NNN.NNN.NNN-NN, onde os oito primeiros dígitos são o número base, aleatoriamente designados no momento da inscrição. O nono dígito define a responsável pela inscrição. O penúltimo é o dígito verificador dos nove anteriores, e o último é o dígito verificador dos dez anteriores.

O território brasileiro é dividido em dez regiões fiscais distribuidas da seguinte forma:

  • 1ª Região Fiscal: Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins.
  • 2ª Região Fiscal: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, e Roraima.
  • 3ª Região Fiscal: Ceará, Maranhão e Piauí.
  • 4ª Região Fiscal: Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.
  • 5ª Região Fiscal: Bahia e Sergipe.
  • 6ª Região Fiscal: Minas Gerais.
  • 7ª Região Fiscal: Espírito Santo e Rio de Janeiro.
  • 8ª Região Fiscal: São Paulo.
  • 9ª Região Fiscal: Paraná e Santa Catarina.
  • 10ª Região Fiscal: Rio Grande do Sul.

O nono dígito do CPF define a região responsável pela inscrição, sendo o dígito zero equivalente à 10ª região.

No caso do CPF, o DV (dígito verificador) módulo 11 é calculado multiplicando cada dígito do número base pela sequência de multiplicadores 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1 e 0, posicionados da direita para a esquerda.

O somatório destas multiplicações é dividido por 11, o resto desta divisão é subtraido do divisor (11), e o resultado desta subtração é o DV. Porém, sempre que o resto da divisão for 0 ou 1, o DV será 0.